Carta da Saúde

Notícias do SUS Campinas

Hêider, coordenador da Atenção Básica no Ministério da Saúde: É mais um momento para Campinas dar um dos saltos que caracterizaram a sua história.

Hêider , coordenador da Atenção Básica no Ministério da Saúde: “O Governo Federal vai ter um olhar especial e um investimento considerável na Atenção Básica”

“Determinei a liberação de recursos financeiros para que a Caixa (Caixa Econômica Federal, CEF) faça o pagamento de todas as obras já iniciadas e com medição realizada. Serão 750 milhões de reais que garantirão a continuidade das obras e a liberação dos equipamentos já comprados. E essa determinação tem data para ser cumprida. Imediatamente a Fazenda (Ministério da Fazenda) vai liberar 520 milhões de reais, hoje (10 de maio de 2011) o Tesouro (Nacional) estará liberando para que os Ministérios autorizem os pagamentos e no dia seis de junho serão liberados os demais 230 milhões de reais”.

A declaração acima é parte do discurso da presidenta Dilma Roussef (PT) aos prefeitos e prefeitas que participaram da XIV Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, e que foi transmitido pela TV através do canal NBR, do Governo Federal. E foi para falar de Atenção Básica (ou “Atenção Primária”) que Hêider Aurélio Pinto, coordenador do Departamento de Atenção Básica (DAB) da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) do Ministério da Saúde deu entrevista à Reportagem da “Carta”.

Hêider esteve em Campinas na sexta-feira, dia 20 de maio de 2011, na abertura da IX Conferência Municipal de Saúde.

Carta da Saúde – Hêider, qual é hoje o papel da Atenção Primária na coordenação do cuidado?

Hêider Aurélio Pinto: O mundo inteiro hoje tem um consenso  de que a Atenção Primária é fundamental como base das Redes de Atenção. Os países que têm sistema público de saúde têm a Atenção Primária como principal porta de entrada, perto das casas dos cidadãos, onde eles chegam e são atendidos. É da  Atenção Primária que você aciona todas as outras ofertas do sistema, para fazer exames, para encaminhar, para poder acompanhar aquela pessoa ao longo da vida dela. Nestes, os resultados muito melhores do que naqueles sistemas em que você vai direto à Atenção Especializada. A idéia é a seguinte, você precisa ter um profissional que cuide de você biologicamente, culturalmente, socialmente, psicologicamente. Você precisa ter um profissional que cuide de você integralmente, que acompanhe a sua vida, que conheça o seu contexto, e que cuide do conjunto de sua família. É essa pessoa a mais indicada para te orientar em sua saúde, cuidar de sua saúde, e que, quando você precisar de uma atenção que extrapola a capacidade dela, ela vai te orientar e garantir que você vai conseguir essa atenção. Esse é o fundamental do que é a Atenção Primária como porta de entrada e coordenadora do cuidado.

Carta – Este governo pretende investir mais na Atenção Básica?

Hêider: Exatamente. É uma prioridade do governo, a presidenta Dilma está muito mobilizada com esse tema. E a gente sabe disso porque a presidenta tem falado o tempo inteiro que o desafio é consolidar o SUS. Ela está convencida de que nós só vamos consolidar o Sistema Único de Saúde se ampliarmos o acesso para toda a população, que um sistema de qualidade começa pela Atenção Básica. É obvio que ela começa e termina na Atenção Básica. Mas a Atenção Básica em todo o País e para todas as pessoas! Ela é a entrada da Rede, sustenta a Rede, sem dúvida alguma nós vamos ter os maiores investimentos nos próximos anos na Atenção Básica.

Carta – Então qual o compromisso que você firma com a Atenção Básica do SUS Campinas?

Heider: Campinas é um celeiro de bons modos de organização da Atenção Básica para o Brasil. Nos últimos vinte anos Campinas vem fazendo desse jeito. Às vezes Campinas avança mais, às vezes estaciona, outras vezes avança mais de novo. Mas eu considero que nesse momento agora, o Governo Federal vai ter um olhar especial e um investimento considerável na Atenção Básica. É mais um momento para Campinas dar um dos saltos que caracterizaram a sua história.

Dê a sua opinião: comunica.smscampinas@gmail.com

Single Post Navigation

2 thoughts on “Hêider, coordenador da Atenção Básica no Ministério da Saúde: É mais um momento para Campinas dar um dos saltos que caracterizaram a sua história.

  1. Pingback: Editorial « Carta da Saúde

  2. Hêider, boa tarde!Tenho uma paixão especial pelo modelo do Arouca, o SUS, me encanta a cada dia a atenção básica, o PMAQ já me encantou só pelos manuais teóricos. Minha sugestão é que seja incorporado, a equipe da Atenção Básica, o profissional especialista em administração em saúde, muito vai contribuir para o planejamento, execução, avaliação e correção de rotas do sistema e consequentemente os resultados alcançados serão mais próximos do ideal.Sucesso!
    Suely Palhano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: