Carta da Saúde

Notícias do SUS Campinas

Rede SUS Campinas participa do Programa Educação para uma Vida Saudável

Rober, da Área da Criança e Adolescente

Saúde e Educação atuarão juntas para alcançar os objetivos do programa Educação para uma Vida Saudável que visa beneficiar diretamente as crianças e jovens de 27 escolas municipais.

As unidades da Educação estão relacionadas a 22 Centros de Saúde que participam deste projeto nos cinco Distritos de Saúde do SUS Campinas. São eles: Valença, São José, Oziel, Orozimbo, Perseu, Aeroporto, Conceição, Boa Vista, Barão Geraldo, Integração, Florence, Centro, Costa e Silva, Tancredão, União de Bairros, São Cristóvão, Figueira, Aurélia, Esmeraldina, Santa Bárbara e Anchieta.

Estão previstas ações educativas para a população sobre o tema Vida Saudável por meio de atividades realizadas pelas diferentes secretarias da Prefeitura. O programa também objetiva o diagnóstico e tratamento das crianças e dos adolescentes acometidos por distúrbios nutricionais visando a diminuição da morbi-mortalidade causada por tais patologias.

São ações primárias, a implantação nas unidades escolares municipais das ações educativas sobre a importância da alimentação saudável, das atividades físicas regulares e da prevenção do tabagismo e uso de álcool e outras drogas. As secundárias são as que envolvem o tratamento da obesidade e síndrome metabólica através das ações intersetoriais e multidisciplinares.

Na Saúde está programada a implantação de Protocolo de cuidados sobre obesidade (prevenção e tratamento), qualificação de equipes multidisciplinares para esta linha de cuidado e também a implantação do Sistema de Vigilância Nutricional do Ministério da Saúde (SisvanWeb) e outras tecnologias de informação em toda a Rede Básica, inicialmente para monitoramento de crianças em puericultura e do Programa Saúde na Escola (PSE).

É prevista ainda, com a adoção do Educação para uma Vida Saudável, a ampliação do vínculo entre a Atenção Básica e as escolas, dentro da territorialidade, para acompanhamento e avaliação de ações junto aos educadores, com ênfase nas crianças e jovens mais vulneráveis à obesidade.

O Programa estabelece o atendimento em ambulatório especifico para obesidade às crianças e adolescentes na Policlínica 2 com equipe multidisciplinar (endocrinologista, nutricionista, nefrologista e enfermeiro) e encaminhamento para outros profissionais se houver necessidade. Para o atendimento terciário aos pacientes com complicações graves, o Programa prevê a parceria com a Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. A universidade, por meio da Faculdade de Educação Física, também elabora projeto de atividades físicas aos que necessitarem.

O Saúde para uma Vida Saudável foi proposto à Comissão Gestora do Programa Municipal de Alimentação Escolar, formada pela primeira-dama e chefe de gabinete Rosely Nassin Jorge Santos, o vice-prefeito e presidente da Ceasa, Demétrio Vilagra, o reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge, a secretária de Cidadania e Inclusão Social, Darci da Silva e o secretário municipal de Saúde, José Francisco Kerr Saraiva.

A proposta à Comissão foi feita pelo Grupo de Trabalho (GT) designado para analisar o Programa de Prevenção de Doenças Cardiovasculares elaborado pela Saúde. A apresentação foi realizada por Maria Fernanda Costa Haddad, médica pediatra que atua na Área de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente. Confira na sequência conversa do coordenador da Área, Rober Tufi Hetem, médico que recebeu a reportagem da “Carta da Saúde” na apresentação do Programa.

Carta da Saúde – Quais as atribuições da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas no Projeto Intersetorial Educação para uma vida saudável?

Rober Tufi Hetem – Resumidamente, à saúde, cabe implantar o Protocolo de  cuidados sobre Obesidade, da prevenção ao tratamento, incluindo qualificação das Equipes de Saúde da Família, implantar tecnologias de informação  como Sisvanweb, monitorando crianças em puericultura e do Programa de Saúde Escolar. Atender em Ambulatório específico complicações da obesidade, com equipe multidisciplinar e ampliar a vinculação da atenção básica com unidades educacionais para avaliação e ações junto aos educadores, estabelecendo parceria com Universidade para atendimento terciário, quando necessário e elaboração de programa de atividades físicas.

Carta da Saúde – Quais as demais instituições que participam deste Projeto?

Rober Tufi Hetem – Principalmente as Secretarias de Chefia de Gabinete, de Educação, da Cidadania e Inclusão Social, de Esportes, além da Ceasa, Unicamp.

Carta da Saúde – Quais os objetivos deste Projeto?

Rober Tufi Hetem – Principalmente mudanças de hábitos, estímulo à alimentação equilibrada, prática de atividade física, prevenção de sobrepeso e obesidade, prevenção ao uso de álcool e drogas. Finalmente, redução das doenças metabólicas e cardio-vasculares.

Dê sua opinião: comunica.smscampinas@gmail.com

Single Post Navigation

2 thoughts on “Rede SUS Campinas participa do Programa Educação para uma Vida Saudável

  1. Josetti de Parada on said:

    Sou professora universitária (Faculdade de Medicina). Estarei em Campinas no dia 20 de abril. Gostaria de conhecer o trabalho que desenvolvem. A quem devo me dirigir para agendar um encontro ou uma visita?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: