Carta da Saúde

Notícias do SUS Campinas

Notificação é ferramenta para políticas de prevenção à violência

As diferentes formas de violência que atravessam o dia a dia da população são consideradas agravos à saúde e devem ser notificadas como muitas outras doenças nos Centros de Saúde, Unidades de Urgência e Emergência e outros serviços de Campinas. A cidade possui um sistema de notificação de violências. E é para falar sobre ele e outros assuntos envolvendo o Núcleo de Prevenção de Violência e Acidentes que a “Carta da Saúde” entrevistou Naoko Silveira, técnica da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) e integrante do Núcleo. Confira a entrevista na íntegra:

Carta da Saúde: Como está a notificação de violência em Campinas? 

Naoko Silveira: A notificação de violências vem melhorando ao longo dos anos, desde 2005 quando foi implantado o Sistema de Notificação de Violências até 2009 aumentou bastante.  Agora, em 2010, o que nós estamos observando é que os nossos Centros de Saúde que começaram a notificar em 2009 retrocederam. Nós não temos nenhuma notificação de Centro de Saúde e essa é uma questão que nós queremos entender melhor. Avaliar junto com as Unidades de Saúde e pensar em estratégias para poder melhorar, compreender, e retomar a notificação.  

Carta: Qual a importância deste momento, de lançar um novo boletim do Sistema de Notificação de Violências? 

Naoko: É um momento de retorno das redes que estão trabalhando. É um motivo de satisfação porque as pessoas estão realizando seu trabalho, mas não obviamente, comemoração da notificação de violência, afinal, ninguém gostaria de notificar violência, mas é algo necessário de ser feito. É uma conquista podermos notificar esta violência criando condições para a elaboração de uma política pública que possa mudar a situação. A notificação é uma parte de um plano amplo de prevenção dessas violências. Para nós, que estamos trabalhando com os dados, é uma ferramenta importante. É o que técnicamente temos para apontar, para fazer a política pública. Em relação ao novo boletim, o lançamento será no dia 18 de agosto, das 8:30 às 17:00hs, no espaço Arcadas, nós faremos pela manhã o evento de lançamento e à tarde uma reunião de avaliação com as redes que compõem o programa de enfrentamento à violência e outras Secretarias para pensar em estratégias que  melhorem a notificação. 

Carta: Naoko, eu gostaria que você explicasse aos nossos leitores,  o que é o Sisnov e a importância da notificação da violência

Naoko: O Sisnov é o Sistema de Notificação de Violências, foi desenvolvido aqui, na Prefeitura de Campinas, pelos nossos técnicos. Existe um comitê que faz a gestão deste sistema. É um comitê intersetorial composto pelas Secretarias de Cidadania, Educação, Saúde, e alguns membros das redes que compõem o Programa de Enfrentamento à Violência. Esse sistema, foi criado antes do nacional e em 2009 passou a incorporar todos os agravos indicados pelo Ministério da Saúde. Até 2008 nós notificávamos violência doméstica contra a criança e o adolescente e violência sexual. A partir de 2009 a gente passa a notificar a violência contra idosos e outras violências, como tráfico de pessoas e tentativas de suicídio. 

Carta: Outro evento ainda este mês também busca a visibilidade à atuação do Núcleo e, principalmente, à sua causa. Ele está relacionado ao trânsito, é isso?

Naoko: É que o Núcleo de Prevenção às Violência e Acidentes, também é de prevenção a este tipo de problema, a este agravo, à esta questão de saúde pública. No momento o que mais mata e o que é mais importante do ponto de vista epidemiológico é o acidente de trânsito. Nós estamos investindo em um programa de prevenção de acidentes de trânsito, principalmente para jovens, é o nosso público-alvo. São as pessoas que mais morrem em acidentes de trânsito. E a atenção para a relação trânsito, álcool e jovens, que acaba sendo um agravante.

No dia 24 nós iniciamos um projeto com duas escolas estaduais de ensino médio. É um projeto que teve sua origem no Canadá há 20 anos, aproximadamente, e quem se insere neste projeto sofre menos acidentes de trânsito. No Brasil, Ribeirão Preto já desenvolve, São Paulo também, há dois anos, e Campinas começará a desenvolver. Nós estamos com muita expectativa, desenvolvemos um projeto-piloto no primeiro semestre, trabalhamos com calouros dos cursos de medicina e com os professores da Rede Estadual de Educação. Verificamos uma boa aceitação, uma receptividade bastante grande e vamos iniciá-lo oficialmente no dia 24 de agosto.

 Carta: Como que os Centros de Saúde, as Unidades de Referência, Urgência e Emergência e outros serviços do SUS Campinas podem trabalhar em sintonia com o Núcleo de Prevenção às Violências e Acidentes? 

Naoko: Eu vou falar primeiro do Sisnov, da Vigilância às Violências, em como se dá a interlocução na saúde. Nós temos um Grupo de Trabalho de Prevenção de Violências em cada Distrito de Saúde, ele é formado por pelo menos um apoiador e uma pessoa da Vigilância em Saúde, da Visa Distrital. Este Núcleo, em sintonia com as Redes, faz este matriciamento junto aos Centros de Saúde. Em alguns locais tem funcionado uma dupla, de uma assistente social e uma pessoa da vigilância. Não tem que ser sempre deste jeito, mas existe uma prática de ter um profissional de formação em saúde e outro com este olhar mais antropológico. Este profissional complementa o olhar da Vigilância em Saúde. Nos Distritos que têm esta dupla isso tem dado muito certo. Está funcionando bem. Neste ano nós incrementamos este grupo. Eles têm feito uma interlocução boa com os Centros de Saúde. Do lado do cuidado com a questão dos acidentes de trânsito, o que que nós estamos programando: as escolas. A primeira escola com que vamos trabalhar vai ser a de Barão Geraldo. Para isso o Centro de Saúde de Barão Geraldo já foi contatado para que possa participar e designou uma pessoa que já tem a prática de trabalhar com jovens. Então cada vez que uma escola de um determinado território for escolhida para que realizemos uma determinada ação, nós vamos envolver o Centro de Saúde daquele local e o Centro de Reabilitação que está sempre presente e é um serviço muito atuante.

Dê sua opinião: comunica.smscampinas@gmail.com

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: